Defender Lula é defender o Direito à Educação

Antes do Governo do Lula, os(as) Funcionários(as) da Educação não tinham direito à política de formação continuada e nem eram reconhecidos(as) como profissionais da educação. Com Lula, o MEC destinou recursos para formação continuada e hoje estes companheiros e companheiras são reconhecidos(as) como profissionais da educação. Por isso, eu defendo Lula e digo não ao julgamento político sem provas!

Antes do Governo Lula, apenas o Ensino Fundamental tinha subvinculação de recursos financeiros (com o governo federal repassando apenas R$ 426 milhões a estados e municípios que receberam complementação abaixo do mínimo legal). Com Lula, toda a Educação Básica (Educação Infantil, ensinos Fundamental e Médio e todas as modalidades) passaram a ter a subvinculação de recursos financeiros (aumentado o repasse da União para mais de R$ 12 bilhões). Por isso, eu defendo Lula e digo não ao julgamento político sem provas!

Durante o Governo Lula, conquistamos o Piso Salarial Profissional Nacional para o Magistério Público, reivindicação histórica da nossa categoria. Conquistamos a realização da Conferência Nacional de Educação, organizada pelas entidades do movimento educacional brasileiro e financiada pelo poder público. Conquistamos o Fórum Nacional de Educação, instrumento fundamental para democratização da educação em nosso país. Por isso, eu defendo Lula e digo não ao julgamento político sem provas!

Heleno Araújo
Presidente da CNTE
Coordenador do FNPE

Ciuabá, MT - 16/01/2018 11:53:55


Exibindo: 1-20 de 20

Facebook

Curta nossa página no Facebook

Twitter

Siga nosso perfil no Twitter